Fertilidade é afetada pelo álcool

As consequências da ingestão de álcool são inúmeras, mas poucas pessoas sabem que bebidas alcoólicas podem afetar a fertilidade.

A qualidade e quantidade de espermatozoides são afetadas diretamente quando homens consomem álcool. Os reflexos atingem os hormônios reprodutivos – com aumento dos níveis de testosterona e diminuição da globulina ligadora de hormônios sexuais (SHBG). Estudos comprovam que quanto maior for o consumo de bebidas alcoólicas, menor será a qualidade do esperma, além de menor quantidade e mais tamanhos e formatos defeituosos.

Homens que bebem mais do que cinco doses de álcool por semana já prejudicam a qualidade dos espermatozoides.

Nas mulheres, o álcool em excesso pode afetar a produção hormonal e chegar até a causar infertilidade. Mulheres mais novas, em plena capacidade reprodutiva, mas que bebam muito, podem se igualar a mulheres com mais de 40 anos, que não consumam álcool, por conta dos prejuízos provocados pela ingestão excessiva de bebidas.

Problemas de ovulação, redução da menstruação, maior risco de aborto são algumas das possíveis consequências do consumo excessivo de bebidas alcóolicas para mulheres.

Informações de Contato

Endereço:
SHLS 716 - Cjto "L"
Centro Clínico Sul - Torre 1
Ala Leste - Salas "L" 328/331
Brasilia - DF

Email:
genesis@genesis.med.br

Telefax:
+55 (61) 3345-8030

A Clínica

CNPJ:
37137064/0001-49

Inscrita no CRM sob nº 2.1-DF 570-09

Responsável Técnico:
Drª. Hitomi Miura Nakagawa
CRM 4863 DF

Acompanhe nas redes sociais