Tudo o que você precisa saber sobre histeroscopia diagnóstica

30/04/2018

A histeroscopia diagnóstica é um exame que ajuda a identificar e corrigir problemas no útero, que podem ser a causa de dificuldades da mulher engravidar. A lógica do procedimento é muito parecida com a da endoscopia digestiva, exame para o estômago, mas no caso da histeroscopia, o útero é o órgão analisado.

César Barbosa, sócio e ginecologista da Genesis Brasília, respondeu a algumas perguntas e explica um pouco mais sobre a histeroscopia diagnóstica:

1) Que tipos de diagnóstico é possível fazer com a histeroscopia diagnóstica?
O exame tem como objetivo observar a parte interna do útero. Com ele é possível diagnosticar problemas que podem prejudicar a fertilidade da mulher, como pólipos uterinos, aderências, miomas, infecções e até câncer.

2) Como é o procedimento?
Através da vagina, o médico introduz no colo do útero um pequeno tubo que tem uma microcâmera e uma luz na ponta. As imagens das paredes do útero são transmitidas em tempo real para um monitor e o médico pode observar se há alguma anormalidade uterina. É considerado o exame padrão ouro para diagnosticar lesões da cavidade uterina

O exame normalmente é realizado no próprio consultório do médico, semelhante à inserção de DIU (dispositivo intra uterino), e dura aproximadamente 10 minutos, mas em alguma situação especial o procedimento pode ser realizado no hospital sob anestesia.

3) Quando o ginecologista costuma pedir a histeroscopia diagnóstica?
O exame normalmente é pedido pelo ginecologista quando há alguma alteração da cavidade uterina diagnosticada por qualquer outro exame de imagem, como a ultrassonografia ou ressonância. A histeroscopia diagnóstica pode esclarecer casos de abortos repetidos, malformação uterina ou sangramento uterino anormal, entre outros. É possível diagnosticar as causas desses problemas e propor soluções individualizadas para cada tipo de lesão.

4) Para quem o exame não é indicado?
A histeroscopia é contraindicada para gestantes e em casos de sangramento em alto volume, inclusive menstruação, devido à dificuldade de ver a parte interna do útero.

5) Existe um período certo para que o exame seja realizado?
Ele pode ser realizado em qualquer período do ciclo menstrual, entretanto o médico pode ter preferência para uma determinada data a depender do tipo de patologia suspeitada.


GENESIS - Com 25 anos de atuação, a Genesis - Centro de Assistência em Reprodução Humana conta com profissionais especializados, formados nos principais centros acadêmicos do mundo para prestar serviços de excelência na área de reprodução humana assistida. Experiente, a equipe agrega conhecimento e tecnologia e prima pela assistência ética, personalizada, com confidencialidade e foco no melhor resultado.

Por Larissa Sampaio
Conversa Coletivo de Comunicação Criativa

 

 

Informações de Contato

Endereço:
SHLS 716 - Cjto "L"
Centro Clínico Sul - Torre 1
Ala Leste - Salas "L" 328/331
Brasilia - DF

Email:
genesis@genesis.med.br

Telefax:
+55 (61) 3345-8030

A Clínica

CNPJ:
37137064/0001-49

Inscrita no CRM sob nº 2.1-DF 570-09

Responsável Técnico:
Drª. Hitomi Miura Nakagawa
CRM 4863 DF

Receba nossas novidades!

Acompanhe nas redes sociais